Aprofundamento de Estudos – SAEB

O Sistema de Avaliação da Educação Básica – SAEB, instituído em 1990, é composto por três avaliações externas em larga escala:

Organograma do SAEB, que se sudivide em ANEB, ANRESC/Prova Brasil e ANA
Organograma do SAEB

O SAEB tem como principal objetivo realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de alguns fatores que possam interferir no desempenho do estudante, fornecendo um indicativo sobre a qualidade do ensino ofertado. O levantamento produz informações que subsidiam a formulação, reformulação e o monitoramento das políticas públicas nas esferas municipal, estadual e federal, visando a contribuir para a melhoria da qualidade, equidade e eficiência do ensino. Além disso, procura também oferecer dados e indicadores sobre fatores de influência do desempenho dos alunos nas áreas e anos avaliados.

Em 2007 foi criado o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, com o objetivo de reunir, em um único indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação:

  • fluxo escolar – a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar;
  • médias de desempenho nas avaliações – a partir das médias de desempenho nas avaliações do Inep, o SAEB para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios.

Variando de zero a dez, o IDEB agrega ao enfoque pedagógico dos resultados das avaliações em larga escala do INEP a possibilidade de resultados sintéticos, facilmente assimiláveis, e que permitem traçar metas de qualidade educacional para os sistemas. Dessa forma, a combinação entre fluxo e aprendizagem tem o mérito de equilibrar as duas dimensões:

  • se um sistema de ensino retiver seus alunos para obter resultados de melhor qualidade no SAEB ou Prova Brasil, o fator fluxo será alterado, indicando a necessidade de melhoria do sistema;
  • se, ao contrário, o sistema apressar a aprovação do aluno sem qualidade, o resultado das avaliações indicará igualmente a necessidade de melhoria do sistema.

O IDEB também é a ferramenta para acompanhamento das metas de qualidade do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) para a educação básica, que tem estabelecido, como meta, que em 2022 o IDEB do Brasil seja 6,0 – média que corresponde a um sistema educacional de qualidade comparável a dos países desenvolvidos.

Como se pode observar neste gráfico, a evolução do IDEB no estado do Espírito Santo vem demonstrando a necessidade de ações estratégicas para garantir que as metas sejam  cumpridas e a qualidade da educação seja alcançada para as diversas etapas e modalidades da educação básica na rede pública estadual de ensino.

Em vista disso, a Subsecretaria de Estado de Educação Básica e Profissional – SEEB, após análise do desempenho escolar e de diversos outros fatores, estabeleceu uma série de diretrizes a serem cumpridas pela rede pública estadual de ensino, dentre elas, o “Aprofundamento de Estudos – SAEB”.

Saiba mais

Anúncios